Afiliados 01 de 40
afiliados Hermanos
Directorio
Últimos assuntos
» CRIAÇÃO DE PECULIARIDADE
por JamesNihil Sex Out 13, 2017 11:51 pm

» [Ficha] James Nihil (Construção)
por JamesNihil Sex Out 13, 2017 10:46 pm

» 【Parceria】Pokémon Reborn RPG
por CueioBoladaum Seg Out 02, 2017 9:08 am

» Tópico de Duvidas
por Dean Qua Set 13, 2017 6:28 pm

» [Ficha] Kirua Akase
por Dellinger Qui Ago 17, 2017 11:29 pm

» Fujin
por GM.Ryze Qua Ago 16, 2017 11:11 pm

» Prelúdio - Ouroboros
por O Desempregado Qua Ago 16, 2017 5:58 pm

» INFORMAÇÕES
por Kayn Qua Ago 16, 2017 8:00 am

» [Campo de Treinamento]
por Lithium Ter Ago 15, 2017 10:45 pm

» Contratando Narradores!!
por O Mestre Ter Ago 15, 2017 9:31 pm

» Criticas, Sugestões e Xingamentos
por Lithium Ter Ago 15, 2017 8:49 pm

» Pedido de RP pro Servo!
por O SERVO Ter Ago 15, 2017 2:21 pm

» WELCOME TO THE CLASS!
por Lithium Ter Ago 15, 2017 10:33 am

» FLOOD E TESTE
por Hyou Ichinose Seg Ago 14, 2017 6:04 pm

» [FP] - DAIKI, Kaoru
por O Mestre Seg Ago 14, 2017 9:44 am


Prelúdio - Ouroboros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por Verdammt em Qui Jul 27, 2017 6:41 am


Prelúdio;


Em busca de um amigo.



Gritos, berros desesperados em sinfonia com choros melancólicos eram escutados pelos vizinhos logo pela manhã vindo do quarto do jovem de aparência excêntrica, do meu quarto. Era, para ser mais exato, oito horas quando despertei de meu pesadelo horrível sobre aquele dia maldito, levava minhas mãos às orelhas de forma praticamente instintiva; um movimento rotineiro. As lágrimas escorriam pela pele alva enquanto a voz saía o mais alto que conseguia minha boca afora tomando conta do local, arfava desesperadamente, olhei a minha volta e me acalmei aos poucos até cessar completamente.

Meus olhos detectavam alguns poucos focos de poeira naquele cubículo que eu chamava de casa graças a minha visão aguçada. Ao menos meu faro não detectava mofo algum e não havia vizinhos me importunando pelo barulho caudado ainda. Espreguicei-me, deixando escapar um bocejo natural enquanto minha mandíbula abria-se lentamente, levantei da cama, nu como de costume, agarrei minhas roupas com minha destra onde elas estavam todos os dias e vesti-as, lavei o rosto, escovei os dentes  e peguei as chaves indo até a porta sem realizar qualquer refeição, não tinha fome no momento.
O sorriso sutil estampado em minha face, não evitei contato visual com ninguém, nem mesmo com aqueles os quais eu sabia ter repúdio por minha aparência, responderia caso alguém cumprimentasse a mim. Eu havia apenas um objetivo em mente e estava determinado a conclui-lo o quanto antes.

”Informações. Preciso buscar informações de casos de vilões na região e qualquer outra informação útil.”

Sem pensar duas vezes, começaria a andar na direção de algum café ou banca de jornal que soubesse a localização, os passos seguiriam um ritmo tranquilo e bom, apesar de estar essencialmente apressado pela ansiedade de concluir meu objetivo, deixar de aproveitar o ambiente da cidade como um todo seria arrogância e ignorância. Pararia.

”Pensando bem, me sinto solitário faz um tempo. Uma cobra. Sim, sim, preciso de um réptil para me fazer companhia.”

Pararia e questionaria a mim mesmo por um instante se aquele era o mesmo caminho para um petshop, se fosse obviamente seguir-lo-ia e se não fosse ajustaria a direção. Na possibilidade de não ter a mínima ideia de para onde seguir, iria calmamente até alguém próximo, de preferência algum sujeito que parecesse estar esperando ou fosse obrigado a ficar parado como um vendedor de banca por exemplo.

Bom dia e com licença. Poderia me informar a direção do petshop mais próximo — diria com a expressão e tom rotineiros em face agradecendo a ajuda se fosse me fornecida, contudo, se eu fosse respondido arrogantemente e me fosse recusada tal informação, responderia em mesmo nível.

Neste caso espero que pereça vítima de sua própria arrogância — a expressão ainda seria o sorriso e o tom ainda calmo, não iria me abalar com aquilo e portanto não havia porque mudar meu humor, apenas estaria sendo sincero.

Repetiria o processo se necessário para obter a informação e ao consegui-la prosseguiria conforme me fosse instruído, em dado momento me perguntaria se não poderia deixar aquilo para outra hora mas prosseguiria decidido logo após. Se chegasse ao estabelecimento adentraria o mesmo, cumprimentaria o vendedor e quem mais estivesse ali para escutar e analisaria todos os espécimes um por um, sendo eles répteis ou não.


. . .

Considerações:

É isso ae, preciso de uma opinião concreta de minha interpretação do personagem de forma geral. Fiz o post pelo celular então deve estar bem ruim.

Ponto-Situação:

Nome: Reptilia Ouroboros (Sobrenome | Nome)
Q&D: • Temperamento Calmo
• Genialidade
• Compulsivo
• Trauma Profundo
Perícias: Doma, Furtividade, Treinamento
Localização: Apê/Ruas de Tóquio
Buffs & Debuffs: -X-
Ganhos:
Perdas:
Extras:
NPCs:
Players:

Status:
HP: 108/108
SP: :hm:


Última edição por Verdammt em Sex Jul 28, 2017 11:07 am, editado 2 vez(es) (Razão : Editei depois do narrador postar para desbugar a page :hm:)
avatar
Verdammt
ANTI HEROI

Mensagens : 12
Data de inscrição : 25/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por O Contador em Qui Jul 27, 2017 4:15 pm




NARRAÇÃO

Hoje a cobra vai fumar


A solidão da própria casa, as vezes é reconfortante, principalmente quando se trabalha com ela, fazia algum tempo desde que nenhum serviço surgia pra ele, era uma boa ideia conseguir um agora, afinal, dinheiro não é infinito, mas algo muito mais importante estava na mente dele, comprar um pet, a sim matar a solidão, pessoas normais comprariam uma chinchila, mas ele queria algo diferente uma cobra.

Visando cumprir seus objetivos ele saia de casa e caminhava pelas ruas, e pretendia questionar alguém talvez mais experiente no assunto mas como definir isso não? Bom apenas acabariam sendo perguntas aleatórias, havia algo errado o mundo parecia em silêncio e não era qualquer um, era um aquele era um silêncio de três partes, ele demorava bastante a encontrar alguém na rua, mas finalmente ele via alguém, ele se aproximava da pessoa a questionando sobre a loja e era respondido. - Bem senhor, tem uma loja especializada perto do trem. - Falava um homem de terno preto gravata e uma mala. ( Trem, Já sabe né)

Era uma boa notícia pelo menos havia uma loja não tão longe, o rapaz caminhava até lá tranquilamente adentrava na loja, como nem tudo é sorte não haviam muitas serpentes, na verdade apenas duas, uma era um Naja, espécie não comum da região, a outra era um Boca de algodão. Haviam outros repteis no local, inclusive algumas iguanas muito bonitas, na loja a atendente era observava as escolhas do jovem e logo se aproximando dele questionava tal. - Olá posso ajudar em algo?- Ela falava com um leve sorriso no rosto


avatar
O Contador
SUPERIOR

Mensagens : 10
Data de inscrição : 24/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por Verdammt em Sab Jul 29, 2017 8:18 pm

 
Prelúdio;


Em busca de um amigo.


A palavra “trem” ecoava em minha mente, como se a voz do homem que a dizia tivesse sido gravada e se mantivesse em um loop infinito para me atormentar; maldito azar. Os calafrios eram constantes e alguns flashbacks repercutiam no momento, mas nada que me tirasse de mim, mantive a calma costumeira para a situação não fugir do controle e prossegui.

Já as cobras, ambas pareciam interessantes, chamavam minha atenção cada uma de sua maneira. Meus olhos chegavam a brilhar e nada além de cortejos para com os répteis reverberavam em meus pensamentos, em especial, a boca de algodão me cativava, sua tonalidade escura como a noite era atraente e faria um contraste mais que belo com minha própria pele de cobra.

Estava distraído, completamente preso no olhar encantador dos animais, voltei a mim quando a atendente perguntou-me se precisava de ajuda, a expressão que era de certa confusão tornou-se de simpatia e alegria novamente, fitei a moça e em seguida fechei meus olhos exibindo um sorriso sincero.

Seria perfeito, pode me dizer o que sabe sobre estas meninas aqui? — disse, apontando para as cobras — Em especial a boca de algodão… — conclui em um tom mais baixo.

Se me fosse dito um preço, acenaria de forma feliz e iria vasculhar meus pertences para saber se tinha o necessário para pagar. A longa unha do indicador direito coçaria a bochecha levemente durante o ato, enquanto eu contasse o dinheiro, não pagaria contudo, não ainda, primeiro colocar-me-ia a escutar atentamente os dizeres da moça.


. . .

Considerações:

:wing:

Ponto-Situação:

Nome: Reptilia Ouroboros (Sobrenome | Nome)
Q&D: • Temperamento Calmo
• Genialidade
• Compulsivo
• Trauma Profundo
Perícias: Doma, Furtividade, Treinamento
Localização: PetShop próximo ao trem
Buffs & Debuffs: -X-
Ganhos:
Perdas:
Extras:
NPCs:
Players:

Status:
HP: 108/108
SP: :hm:
avatar
Verdammt
ANTI HEROI

Mensagens : 12
Data de inscrição : 25/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por O Contador em Ter Ago 01, 2017 1:03 am




NARRAÇÃO

Meu pulso e minha cobra são iguais, não sei se meu pulso é fino ou minha cobra que é grossa demais.


A moça parecia ter gostado da preferência do rapaz, cobras eram também a preferência dela pois é né, ela respondia a pergunta dele sobre a boca de algodão, mas ela tinha outra proposta pra ele. - A boca de algodão é uma cobra que apesar de bastante venenosa, ela não é agressiva, vija que ela mesmo perto de nós é bem calma, o veneno é hemotóxico, ou seja, destrói os tecidos, destrói e danifica seus órgãos e impede o processo de coagulação de sangue, resumindo sua mordida é fatal.- ela falava aquilo tudo com um sorriso marcante no rosto.

Ela tinha mais algo a apresentar e logo desenvolvia um pouco mais sua ideia para aquela situação.- Bem, essas são as cobras mostradas aos clientes habituais, mas temos cobras também que ficam la dentro no estoque especial, só vendemos a alguns homens específicos, mas posso te mostrar elas, vem comigo que eu te mostro a mamba negra.- Ela estava realmente muito ansiosa para mostrar a cobra ao rapaz, ela virava de costas e andava em direção a porta fazendo um gesto com a mão chamando nosso antiheroi.

Caso ele a seguisse, poderia ver la dentro um verdadeiro novo mundo, não havia apenas uma mamba negra, era um mundo de repteis, haviam muitas espécies de cobra pra ele olhar, pegar sentir a textura, saber sobre o veneno, agora sim ele tinha opções e poderia usá-las ao bel prazer.




Considerações:
Bem, pode considerar que tem uma cacetada de especies ai e que tem elas desde verde luzinha até rosa chock se quiser, ou seja se preferir pode pesquisar uma especie que goste e dizer que viu ela aqui nesse local, e da cor escolhida também, sim eu tava pesquisando cobras e tem muita coisa então resolvi deixar sua escolha livre.
avatar
O Contador
SUPERIOR

Mensagens : 10
Data de inscrição : 24/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por Verdammt em Sex Ago 04, 2017 2:35 am

 
Prelúdio;


Black Sabbath


Meus olhos brilhavam, um brilho sincero de felicidade e satisfação pelo o que eu ouvia naquele momento. Tanto a oferta de entrar e aumentar meu leque de escolhas quanto a própria explicação sobre a boca de algodão me deixavam em tal estado. Mamba Negra, um nome lindo e um tanto quanto familiar para mim.

Eu adoraria — disse e sorri novamente

Já havia ouvido sobre tal espécie, a mais rápida do mundo e ainda muito mortal, julgava tal escolha perfeita para mim sem dúvida alguma. Ainda que houvesse outras interessantes na sala como Taipans e uma Víbora Tigre por exemplo, a cobra supracitada era definitivamente o que queria. Caminhei até onde ela estava, um aquário provavelmente.

Já próximo, fitaria o ser usando de minha visão aguçado para examiná-lo, ou seja, verificar seus olhos, seu nariz, suas escamas e respiração, além de é claro a forma como se comportava-se. Se era calma ou assustada, precisava saber também o histórico do animal e outras informações, apenas por desencargo de consciência visto que provavelmente o compraria de qualquer forma. Viraria então para a atendente e começaria a falar.

Bem, se importa se eu fizer algumas perguntas? — indaguei e prossegui mesmo sem uma resposta específica, impolidez causada por minha ansiedade não tão aparente — Primeiramente gostaria de saber de onde ela veio se foi… mal tratada ou algo do tipo. E… qual a frequência com qual ela come e detalhes de como e quando foi sua última troca de pele. — acreditava ter concluí e, após aguardar a fala da moça disse o necessário — Me desculpe se são perguntas demais… Ah, e quanto é um aquário?

Após ter minhas respostas, pagaria se tivesse o dinheiro necessário e levaria comigo minha nova companheira. Andaria pensando em um nome para ela, algo relacionado a sua cor… recordar-me-ia dos dizeres de um herói que uma vez comentou em certa entrevista sobre seu gosto musical, Black Sabbath era como a banda se chamava… sim esse seria seu nome.


. . .

Considerações:
Darkorchid em itálico para pensamento
— Darkorchid entre travessões para fala —
Ficha & Quirk!


Ponto-Situação:

Nome: Reptilia Ouroboros (Sobrenome | Nome)
Q&D: • Temperamento Calmo
• Genialidade
• Compulsivo
• Trauma Profundo
Perícias: Doma, Furtividade, Treinamento
Localização: PetShop próximo ao trem
Buffs & Debuffs: -X-
Ganhos:
Perdas:
Extras:
NPCs:
Players:

Status:
HP: 108/108
SP: :hm:
avatar
Verdammt
ANTI HEROI

Mensagens : 12
Data de inscrição : 25/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por O Desempregado em Dom Ago 06, 2017 11:40 pm




NARRAÇÃO

Meu pulso e minha cobra são iguais, não sei se meu pulso é fino ou minha cobra que é grossa demais.


Assim que ouviu o nome “mamba negra” nosso protagonista se interessou -Eu adoraria- o mesmo respondeu a atendente, ela apenas sorriu e o guiou até o fundo dos depósitos. Lá eles encontraram um belo exemplar de uma “mamba negra” ela tinha três metros de comprimento. Quando Ouroboros olhou para cobra a mesma olhou pra ele e mostrou sua língua, a cobra parecia estranhar ele, como se percebesse alguma semelhança entre os dois.

- Bem, se importa se eu fizer algumas perguntas?- nosso protagonista pergunto sem estar realmente interessado no que ela iria responder, pois ele iria perguntar de qualquer maneira. Felizmente a atendente respondeu enquanto botava uma mecha de seus cabelos atrás da orelha -pois não?-o rosto dela mostrava uma expressão amigável e seus olhos eram atenciosos. — Primeiramente gostaria de saber de onde ela veio se foi… mal tratada ou algo do tipo. E… qual a frequência com qual ela come e detalhes de como e quando foi sua última troca de pele. — Ouroboros pergunto realmente curioso querendo saber mais detalhes da cobra para cuidar mais apropriadamente dela. A vendedora feliz ao perceber a preocupação que Ouroboros teve, falou -Bem ela foi criada em cativeiro, eu mesma a criei, e isso já responde sua segunda pergunta, ela não foi maltratada - enquanto falava, como se fosse para dar mais credibilidade as suas palavras a atendente abriu a caixa que a mamba negra estava e botou sua mão lá dentro sem hesitar. A cobra não a atacou em vez disso escalou pelo seu braço dela e se acomodou no pescoço da mesma.

A atendente continuou a falar sem se incomodar com a cobra, -Ela come uma vez por semana, ratos ou sapos. Elas trocam de pele uma vez por mês, é só isso?- a vendedora pergunto. O sorriso ainda estava em seus olhos e possuía os mesmo olhos prestativos, a cobra estava acomodada em volta do pescoço da atente, mas continuava olhando atentamente para Ouroboros como se quisesse entender o que era o ser em sua frente. — Me desculpe se são perguntas demais… Ah, e quanto é um aquário? as desculpas não pareceram muito sinceras já que ele retornou a fazer outra pergunta logo em seguida, mas a atendente não pareceu se preocupar -Não se preocupe, cobras são meus animais preferidos. Eu tenho prazer em falar sobre elas. - enquanto ela falava isso o seu rosto pareceu alegre como se fosse uma criança falando sobre seu assunto preferido. - Em fim respondendo sua pergunta... A cobra custa 500 e a jaula também custa 500, e como você foi uma pessoa legal posso te dar um pouco de alimento para cobra.. - a vendedora falou enquanto guardava a cobra dentro de sua jaula.

Ouroboros saiu da loja com os bolsos vazios, mas carregando sua mais nova companheira em um aquário, em cima do aquário havia mais uma caixa, com 5 ratos vivos. A cobra ainda encarava Ouroboros, como se tentasse descobrir se ele era um amigo ou um inimigo. Ouroboros caminho sem um rumo determinado procurando um nome apropriado para sua cobra, e felizmente achou um , a partir de hoje a cobra que ele não sabia o sexo ou a idade pois havia esquecido de perguntar para a vendedora se chamaria Black Sabbath “.




off.... se pudesse por sua ficha na assinatura ficaria grato seu lindo <3

O Desempregado

Mensagens : 5
Data de inscrição : 03/08/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por O Desempregado em Qua Ago 16, 2017 5:58 pm

~Aventura Finalizada~

Percas: todo o dinheiro que tinha
ganhos: uma jaula de cobra
5 ratos
Black Sabbath:


Bote a foto da sua cobra ak :megusta:

espécie: Boca de algodão
Idade: 2 anos
Tamanho: 3 metros
Sexo: feminino
Personalidade: Um animal curioso, geralmente calmo, atualmente esta preocupada em saber se Ouroboros é um amigo ou inimigo
LV :1 (acompanha o lv do dono)
Vida: 100 ( +10 por lv)
SP/ST: 50 (+10 por lv)
Ataque físico: ( 1* lv)
Ataque magico: (5 * lv )
Defesa:
(1 * lv)
Iniciativa: (1 *lv)
Habilidades especiais:
Nome: Picada venenosa
Descrição: A picada da cobra envenena o alvo causando dano magico por post, o numero de post é determino por (1 * lv). Com uma picada o veneno da cobra se esgota demorando mais 5 post para poder envenenar novamente

O Desempregado

Mensagens : 5
Data de inscrição : 03/08/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prelúdio - Ouroboros

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum